Wednesday, February 11

Não podia estar mais feliz

Agora sim a minha felicidade está completa. Os pais chegaram yeyyy! 
Lembro-me como se fosse hoje  o dia em que disse aos meus pais que ia viver para os EUA. Levei um revirar de olhos do meu pai e um "nem penses que vais para aquele país de malucos" da minha mãe. O que é certo é que dez meses depois dessa conversa estava embarcar para NY, num intercambio de um ano, mas que secretamente sabia que iria ser para sempre. Nunca levaram muito a sério a ideia de ir para os EUA, pensavam que era apenas mais umas das minhas manias e que rapidamente me iria passar. Acho que a ficha caiu apenas quando disse que tinha uma família em NY com quem estava a falar e que muito provavelmente iria escolher viver com eles. Ai a choradeira começou e expressão de preocupação passou a andar estampada no rosto deles. Acho que até ao final pensaram que ia desistir. 

Fiquei um ano sem os ver e quando fui a Portugal disse que iria voltar, que era nos EUA que queria viver.  Desta vez acreditaram e surpreendentemente aceitaram, aliás deram-me todo o apoio. Passado poucos meses de voltar a NY vieram visitar-me. Nunca antes tinham andado de avião, mas fizeram-no por mim, porque queriam-me ver e eu queria muito que eles conhecessem o país que escolhi viver. Vieram sem grandes expectativas, a achar que isto era um país de doidos que passavam a vida aos tiros. Mal puseram aqui os pés mudaram por completo de opinião. Passaram segundo eles, o melhor mês das suas vidas. Fiz questão de os levar numa road trip pelo sul, que ficará marcada para sempre na nossa memória. O mês passou a correr, e na hora da despedida os meus pais já diziam que não queriam ir embora e ficou a promessa de que assim que o meu pai se reformasse viriam por mais tempo. E no ano seguinte foi o que aconteceu, vieram por três meses! Três meses inteirinhos comigo! Não podia estar mais feliz! 
Ficaram apaixonados por esta terra, tal como eu! A ideia pré concebida que tinham mudou completamente e disseram-me que trocavam Portugal pelos EUA sem pensar duas vezes. 

E agora estão de novo aqui comigo para me apoiar e estar do meu lado em tudo. Que mais posso pedir? 





Sorriso de felicidade por tê-los aqui comigo 





Jantar de boas vindas no Ellen Stardust Diner 






"US service", no caso de nos esquecer-mos de dar gorjeta 

27 comments:

  1. Maravilhoso Diana : ) Imagino o aperto no coração dos teus pais e realmente admiro MUITO a tua coragem.
    O facto de terem viajado pela primeira vez de avião para te verem é lindo : )
    Desejo-te mesmo todos os sucessos do Mundo, tens a coragem que eu ainda não tive : )

    http://mundodamafy.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  2. Quando fui para Londres gostava que os meus pais tivessem ido ter comigo. Ainda insisti com eles mas não foram. Contudo, quero muito lá levá-los um dia destes para ficarem a saber onde vivi. Além do mais, Londres poderá vir a ser outra vez o local escolhido quando estiver na hora de emigrar e assim já ficam a saber como é aquilo lá :)

    ReplyDelete
  3. E vão ficar por quanto tempo?
    Miminho dos pais é tão bom!!!=)
    Beijinho*

    ReplyDelete
  4. Mas os teus pais agora vão viver aí também? Ou só foram passar nova temporada contigo?

    ReplyDelete
  5. Foi o que menos gostei quando aí estive... A constante pressão para a gorjeta, que chegava a roçar a má-educação, e o facto das taxas não estarem nunca incluídas no preço apresentado. Era sempre surpreendida quando, ao pagar, era mais do que esperava.

    ReplyDelete
  6. Não há nada melhor do que estarmos perto de quem mais gostamos ;)

    Beijinhos
    food&emotions
    http://fefoodemotions.blogspot.pt

    ReplyDelete
  7. os teus pais também vão emigrar?

    ReplyDelete
  8. Que boooom :D Muitas felicidades e parabéns pela coragem!

    http://janeiroemparis.blogspot.com/

    ReplyDelete
  9. Nada melhor do que os nosso pais do nosso lado (:
    mil beijinhos http://mariacarolina23.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  10. Reparei que em muitas das fotos sê andaimes de obras....quando aí estive também reparei que não havia rua sem que houvesse algum tipo de obra. É sempre assim???? Há ruas que ficariam muito mais bonitas sem os andaimes....

    ReplyDelete
    Replies
    1. Andam sempre em contrução é verdade!

      Delete
  11. Wiiii que bom que ja ca estao deste lado do Mundo :))) aiii aquele cowboy queria brincadeira com o teu paps mas ele nem bola ahahah homem do Norte carago ;)

    Beijinhos para os 3...conto ve-los em breve

    ReplyDelete
  12. Muito bom! Adorei ler... :P

    Como é que eles se safaram com a imigração? LOL Só imagino se tivesse acontecido o mesmo com os meus, não falam bolha de inglês... Ou arranjavam alguém que falasse espanhol ou estavam bem tramados. :)

    ReplyDelete
  13. Não tiveram qualquer problema :)

    ReplyDelete
  14. Por vezes a forma como a Diana fala de viver no EUA, é uma forma completamente deslumbrada e comercial lol. Fico contente que se estejam a divertir, mas os EUA não são de todo essas actividades turísticas que vocês andam a fazer.

    P.S: o naked cowboy anda nu com este frio?

    ReplyDelete
  15. Diana, desculpa a pergunta.. Eu vou a NY uma semana em Agosto, os preços de comer num restaurante/cafe assim no "mínimo" (o mais baratinho vá ahaha) rondam esse valor do talão que tens aí? Isto é.. Cada pessoa paga entre 20 a 25 dólares? Era importante para mim saber isso porque estava a pensar para uma semana em NY trocar 500 euros para pagar metro/3 refeições diárias/entradas em museus e começo a achar pouco e assim se me pudesses ajudar ja ficava com uma ideia mais correcta!

    Obrigada!! beijinhos

    ReplyDelete
  16. Ha! Que porreiro. Fico mm contente por ti. Os meus ainda nc vieram ate Vancouver. Mas tambem eh uma cidade que nada tem a ver com NY... Acho ate que seria bastante aborrecido se me viessem ver. Especialmente pq teria q tirar ferias p aqui ficar e Vancouver ve-se em 2 dias... E sem carro eh extremamente dificil ir p algum lado. Perfiro guardar as minhas ferias e ir eu a Portugal uma vez por ano. :)

    ReplyDelete
  17. Os pais acabam sempre por nos apoiar.:)

    ReplyDelete
  18. Que bom para todos. Cada vez passam mais tempo aí, entretanto estão aí de vez :)) Aproveitem bem

    ReplyDelete
  19. Eu até ía comentar os erros gramaticais (obsessão minha, admito) mas depois achei o post tão querido. Adorei as fotos com o naked cowboy! E a sua mãe é uma giraça!

    ReplyDelete
  20. Fico muito feliz por ti, Diana! :) A felicidade está estampada no teu rosto e nos dos teus papis!!!
    Não há nada como estar perto da família. Aposto que estás a matar saudades das comidinhas da mãe! É o que eu faço sempre aos fins-de-semana :P eheheh
    Aproveita todos os momentos com eles, passeiem muito, divirtam-se! :D
    Beijinhos grandes!

    ReplyDelete
  21. Não imagino o que é estar assim longe de alguém tão próximo. Deve ser terrível, por muito que se goste do local...
    A história é muito gira :) não te podes queixar, até foram un pais muito razoáveis! Final feliz e tudo :D
    Essas coisas de viagens e emigrações soam sempre a distante, a algo que é «para os outros», deve ser difícil cair na realidade de «eu vou mesmo e vou estar num país completamente desconhecido durante um ano». Acredito que a reputação dos EUA não seja a sua descrição, mas acho que qualquer pessoa ia ficar preocupada, mesmo que fosse o país mais seguro do mundo...
    Parece que reflectiram na tua ausência, porque realmente é uma mudança drástica :) e o que não deve ter custado a aceitar... Mesmo sabendo-te feliz!
    Devias irradiar felicidade quando eles foram aí... Esse mês deve ter sido memorável! E os 3 meses ainda mais :D até é difícil de imaginar o quão bom foi para todos :)
    Entãão qualquer dia ainda há uma «portuguese family with american dreams»?... :D Ia ser fantástico ;)
    (Eu sei que não é fácil... Mas pronto, só por esses dias com eles deve valer a pena!)
    Todos tão quentinhos :P o teu cachecol é adorável!
    És parecida com a tua mãe :) são as duas muito giras ;)
    Nessa foto parece que tens uma ventoinha daquelas para fazer o cabelo voar elegantemente :P mas a felicidade está lá :D
    Isso do Naked Cowboy é um bocado estranho :P o que as pessoas inventam!
    (Mas isso deve fortalecer os laços mãe-filha :P é um momento único de «partilha»...)
    (O cowboy até tem uns bicepzitos :P)
    Isso ao lado do hambúrguer parece um monte de # :P ou de waffles aos pedaços... Ou de hastes de renas. Não sei, é estranho :P
    Que hambúrguer reluzente :P
    Por momentos pensei que estivesses em Portugal e «Lula Burger» fosse mesmo um hambúrguer de lulas com estrangeirismos :P lula quer sequer dizer alguma coisa?... :P
    Ahh essa maneira MM/DD/AA de escrever a data... D:
    haha USA service :P
    Aproveita (MUITO) bem :D

    ReplyDelete

Sejam bem-vindos:)