Tuesday, September 30

O que eu como num dia

Recebo emails a perguntar o que como, qual o plano alimentar que sigo, quais os alimentos que evito comer e desta forma decidi fazer um post onde mostro o que normalmente como. Não conto calorias, não tenho paciência para isso, nem sequer me peso regularmente. Alimento-me de forma saudável e para mim isso basta. Em tempos costumava registar tudo que ingerir através de uma aplicação e posso-vos dizer que foi horrível, por vezes esquecia-me de registar ou não me dava jeito na altura de o fazer e parecia que vivia em função daquilo. Em vez de estar a ter prazer naquilo que comia, estava apenas a pensar se iria ultrapassar as calorias diárias que deveria ingerir. Deixem-me disso. E ainda bem que o fiz, porque agora tiro completamente prazer de tudo aquilo que como.

Para os mais curiosos peso 55 kg e meço 1.62 cm (é o que está no cartão do cidadão, mas eu acho que sou um pouquinho mais alta). Não quero emagrecer. O meu principal objectivo é manter o peso de forma saudável. E quando digo de forma saudável refiro-me a não seguir dietas malucas. Dieta low carb, zero carb, dieta das 500 calorias, da gelatina ( sim, já me perguntaram se eu era adepta), do ovo, da lua, da papa de bebé, dos cubos de gelo, do piriquito (pesquisem, elas existem mesmo)! A sério minha gente, deixem-se disso. Em geral, as pessoas têm pressa e querem emagrecer para ontem. É perfeitamente normal que se perca peso com estes regimes, mais não seja, porque se está a passar fome. Mas, quando se olha na balança e se vê o peso a diminuir, o que ocorre é uma perda de massa muscular e não de gordura, ou seja depois de terminada a dieta esse peso vai reaparecer e em muitos casos, a dobrar! Por isso tem o nome de dieta e tem um período de tempo estipulado, porque ninguém consegue levar esse estilo de vida para sempre.

E é por isso que não acredito em dietas, mas sim numa reeducação alimentar, em que consiste em verificar os erros que cometemos e tentar corrigi-los de maneira a não prejudicar a nossa saúde, tornando-se num habito para toda a vida. O nosso corpo precisa de nutrientes importantes, que com dietas restritivas, nos são retirados.

Desta forma, torna-se importantíssimo ler os rótulos de tudo aquilo que ingerimos. Mais do que focar nas calorias, devemos ler os ingredientes e saber interpreta-los. Confesso, que pouco me preocupo com as calorias, porque um alimento pode ser baixo em calorias, mas repleto de químicos, açucares e gorduras trans. E só por olhar para as calorias essa informação não é passada. Alimentos que dizem ser light (barras de cereais, iogurtes, gelatinas) , retiram o açúcar, mas colocam algo muito pior para a nossa saúde: aspartame! Podem ver aqui um post que fiz sobre os malefícios deste e de outros adoçantes. Para alem disso, 98% dos cereais que se dizem integrais tem nos seus ingredientes açúcar! Falsa publicidade! Calorias vazias logo para começar o dia!

E foi através da reeducação alimentar que comecei a ter em atenção todos estes aspectos. No inicio do ano deixei de comer carne e como peixe apenas quando a refeição é feita fora de casa e as opções são escassas (estou a tratar de cortar por completo), não bebo leite animal há imensos anos (podem ver aqui os benéficos do leite vegetal  e aquilo que ninguém nos conta sobre o leite animal ), mas ainda consumo iogurtes e queijo. Troquei o arroz pela versão integral e a batata pela batata doce (muito mais saborosa na minha opinião). Tento ter uma alimentação o mais proveniente da terra possível, muitos legumes e muita fruta. Esqueçam lá o mito de que a fruta engorda! O que engorda é a comida processada, (o mito do açúcar da fruta explicado aqui). Eu como imensa fruta durante o dia, para não falar que começo o dia uma um enorme batido de frutas e vegetais! Foi quando parei de olhar apenas para as calorias e a dar preferência por tudo o que fosse natural, que a minha saúde melhorou e consequentemente consegui chegar ao peso pretendido. Ainda existem algumas alterações que quero fazer, como por exemplo cortar completamente com os derivados de animal, mas sei que tem que ser aos poucos. Para aqueles preocupados com a ingestão de proteína, fiz um post há algum tempo atrás onde falo das fontes de proteína vegetal. Existe uma fixação pela ingestão de proteína, que muita gente acaba por ingerir mais do que deve, acabando por ser prejudicial. Não caiam no exagero!

Para terminar deixo-vos com exemplos das minhas refeições:

Pequeno almoço

Em jejum: agua morna com sumo de limão
Antes do pequeno almoço solido, bebo sempre um sumo ou batido de fruta e vegetais. 

Batido de melão, espinafres, laranja, leite de amêndoas 
Batido de papaia, banana e leite de amêndoas
Sumo de papaia, laranja e sementes de goji
Enquanto bebo o batido vou preparando o pequeno almoço. Normalmente alterno entre uma panqueca de aveia ou polvilho doce e papas de aveia. Sempre a acompanhar com fruta, sementes e muita canela. 

Iogurte grego, framboesa, mistura de sementes e chia 
Panqueca de aveia, leite de amêndoas, frutos vermelhos, requeijão e canela
Aveia com leite de amendoas, maracujá, banana e goji
Aveia com leite de amêndoas, canela, chia, sementes de abóbora e figos. 
Batido de banana, abacate, espinafre, maçã, pepino, abacaxi e leite de amêndoas

Almoço/ Jantar
Cuscus com caril, legumes e tâmaras 
Quinoa, hambúrguer vegetariano e salada
Salada de espinafres e legumes
Quinoa com tofu grelhado e vegetais 
Salada de quinoa com pimento, cenoura, pepino e amêndoas 
Massa integral com cogumelos e amêndoas
Snacks 
Metade de uma batata doce, queijo cottage e canela ( pré treino)
Iogurte grego, gérmen de trigo e goji 
Papaia on the road 
Papaia com iogurte grego, chia e nozes
O que não pode faltar em casa. Muita fruta e vegetais!

Resultado da minha reeducação alimentar conjugada com exercício físico




E vocês o que comem? Contem-me como é o vosso dia :)



21 comments:

  1. Mmmmmm... Tudo com excelente aspecto! :-)
    Acho que vou adoptar algumas das receitas! ;-)

    ReplyDelete
  2. concordo com muito do que disseste, e também estou a tentar mudar muitos hábitos. e as tuas refeições têm super bom aspecto.:)

    Another Lovely Blog! - http://letrad.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  3. Isso é tudo muito bom, muito bonito mas e quando se tem um namorado que gosta de comer bem a comidinha tradicional portuguesa já é mais complicado, tento comer acompanhamentos diferentes mais à base de legumes mas nem sempre há tempo já para não falar do pequeno almoço que mal tenho tempo para comer. Para comer de forma mais saudável para além de tudo o resto também é preciso tempo!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Os dias têm 24h para todos, mas cada um escolhe e decide como e onde investir o seu tempo. Cozinhar de forma saudável e escolher alimentos que são benéficos para a nossa saúde consome o mesmo tempo que fazer as escolhas erradas. Eu também cozinho comida tradicional portuguesa para a minha família, mas tento fazer algumas opções e substituir alguns ingredientes para a refeição ser mais saudável.
      É tudo uma questão de se organizar e de ir fazendo pequenas alterações no estilo de vida!

      Delete
  4. Adorei o post. Também sou muito focada na alimentação saudável, e odeio dietas malucas!
    Estás óptima, continua :)

    Beijinho, http://sonhossuaves.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  5. Nossa, vc ta super em forma e linda!!! Adorei as dicas. Td saudavel e parece delicioso!

    www.sisterlylove.com.br

    ReplyDelete
  6. Uau Diana, que transformação! Obrigada pelo post. É engraçado, também estou a tentar seguir um regime alimentar muito semelhante ao teu. A carne animal já foi à vida (tirando o peixe e o frango muito de vez em quando). Aposto muito nas sementes, legumes e fruta. O único problema é o facto de nem sempre ter meios para comprar produtos biológicos. São muito mais caros e difíceis de encontrar. E quando estou a comer os legumes e frutas que compro no supermercado estou-me sempre a questionar se são saudáveis ou se estão cheios de pesticidas e inseticidas em cima : (
    Mas não consigo voltar a comer carne de vaca.... Faz-me muita impressão. E o meu organismo não reage bem quando como este tipo de alimentos. Já não aceita : )
    Quanto ao leite, ainda bebo o de vaca, mas sem lactose. O leite "normal" parava-me a digestão. Tenho de experimentar os outros, de origem vegetal.

    http://mundodamafy.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  7. uau, as fotos são divinas :)

    ReplyDelete
  8. Juntava à tua conclusão apenas a referência ao consumo de água...muita água...excelente post...

    ReplyDelete
    Replies
    1. Sim claro, muita agua! Bebo cerca de 2l de agua, mais chá!

      Delete
  9. Adorei o post! Achas que podias fazer um da panqueca de aveia? como fazes? Beijinhos e parabéns pela alimentação :)

    ReplyDelete
  10. Gostei muito das tuas sugestões de refeições, faço muitas iguais :) e também tento comer o mais saudável possível :)
    Já estou a seguir o blog, gostei muito! :)
    beijinhos

    http://terescrubs.blogspot.com

    ReplyDelete
  11. Juro que admiro a tua disciplina e força de vontade. Eu sinceramente não consigo. Tenho 1,73m e peso cerca de 57kg. Ok, até parecem bons valores, certo? Mas só como porcarias. Não bebo água, não como fruta, raramente como vegetais... e, como estou a estudar longe de casa, opto pelo que é mais fácil. Massa com atum, massa com salsichas, pizza do pingo doce, umas bolachinhas de vez em quando, iogurte grego com cereais muesli, leite achocolatado... e anda por aí. Sei que me alimento muito mal e prova disso é que já se começa a notar aqui uma barriguinha. Para piorar a situação, não faço exercício físico. Antes fazia mesmo muito exercício, praticava badminton, corria e tudo mais. Mas, desde que vim para a faculdade, tornou-se mais complicado e a preguiça fala muitas vezes mais alto. Gostava mesmo de ter essa disciplina para comer de forma saudável e fazer exercício regularmente...

    ReplyDelete
  12. Ai Diana...tanta coisa boa! Estás fantástica, parabéns. Não vou dizer que vou experimentar muitos desses teus pratos, porque já o faço e adoro!
    Beijinhos!

    http://thelusofrenchie.blogspot.pt

    ReplyDelete
  13. O probelma desses "o que eu como num dia" acabam sempre por ser um bocado copiados por pessoas com necessidades diferentes para atingir o estado físico do autor, o que obviamente não resulta muito bem :P acho que estruturaste o post da maneira certa para evitar isso! :)
    Essas dietas "originais" são sempre um bocado engraçadas :P a da papa de bebé... Será que Cerelac conta? ;)
    Mas os alimentos que "dizem ser" light são mesmo "light", e os cereais que "dizem ser" integrais são mesmo integrais, light não implica necessariamente que não tenha adoçante e integral também não tem nada a ver com a quantidade de açúcar. Eles não "dizem ser", são, de acordo com padrões estabelecidos, porque cada um desses rótulos tem um significado. Não é "mentira", mesmo que possa iludir por dar a entender que é saudável com imagens sugestivas e os textos das embalagens.
    Facto engraçado: já ouvi "são calorias vazias, não engorda"! Hahaha :P
    Então tu comes peixe? Que estranho, não fazia ideia! Eu acho esses "rótulos" desnecessários e acho que tem muito mérito reduzires muito o consumo de produtos animais e preocupares-te com isso, até reduzires cada vez mais, mas assim não és propriamente "vegetariana" :P
    Eu por acaso já li algumas coisas sobre o arroz e antinutrientes - que estão mais presentes no arroz integral, cujos benefícios não são grande coisa e que acaba por ser nutricionalmente pior do que arroz branco :P
    Eu não diria que "a fruta não engorda, a comida processada é que engorda"... Afinal, tudo tem de ser controlado, e a fruta não deixa de ter bastante açúcar. Como e acho saudável, mas também não acho que seja o néctar dos Deuses ou que não exija moderação. Também não acho que comida "processada" engorde, apesar de tentar comer coisas simples e naturais, não só porque nada engorda por si só mas também porque "processado" é um conceito demasiado ambíguo.
    Também não acho que "chegar ao peso pretendido" seja uma consequência da melhoria da saúde. Há pessoas que são saudáveis e estão acima ou abaixo do peso pretendido, há pessoas que melhoram a saúde e não mudam o peso e há pessoas que têm o peso que querem e não são saudáveis. Não me parece assim tão fortemente relacionado :P
    É interessante acompanhar a tua evolução, estou curiosa por ler o blog quando fores vegan, a sério! :) acho que vais convencer muita gente a reduzir o consumo de produtos animais...
    Esses batidos e a frutinha fresca têm muito bom aspeto! :) e batidos verdes numa tigela com fruta por cima ficam tãão giros!
    Essa de pôr passas/tâmaras no arroz/couscous é popular :P em teoria não me parece mal, mas não sei...
    O bulgur tem sempre um ar muito festivo, de fotografia colorida meio desfocada que fica com bolinhas de cores diferentes :)
    Não sei porquê, gosto dessa foto da salada :) é tão giro comer com talheres de plástico!
    Eu tenho "medo" de comer lacticínios antes de "treinar" :P
    A batata doce parece abóbora! :)
    Essa coisa de pôr a fruta deve dar jeito, tenho uma fruteira e está sempre a abarrotar! Pode ficar mais bonitinho, mas as laranjas têm de ir para uma bacia e alguma fruta rejeitada tem de ser posta à parte :P
    Essas fotos mostram bem os resultados! :) estás muito bem, nota-se o progresso. Só faltava tirares o telemóvel da cara na última e fazeres um sorriso feliz e orgulhoso ;)
    Vou poupar-te a uma descrição extensiva da minha alimentação ;) haha :P

    ReplyDelete
  14. O probelma desses "o que eu como num dia" acabam sempre por ser um bocado copiados por pessoas com necessidades diferentes para atingir o estado físico do autor, o que obviamente não resulta muito bem :P acho que estruturaste o post da maneira certa para evitar isso! :)
    Essas dietas "originais" são sempre um bocado engraçadas :P a da papa de bebé... Será que Cerelac conta? ;)
    Mas os alimentos que "dizem ser" light são mesmo "light", e os cereais que "dizem ser" integrais são mesmo integrais, light não implica necessariamente que não tenha adoçante e integral também não tem nada a ver com a quantidade de açúcar. Eles não "dizem ser", são, de acordo com padrões estabelecidos, porque cada um desses rótulos tem um significado. Não é "mentira", mesmo que possa iludir por dar a entender que é saudável com imagens sugestivas e os textos das embalagens.
    Facto engraçado: já ouvi "são calorias vazias, não engorda"! Hahaha :P
    Então tu comes peixe? Que estranho, não fazia ideia! Eu acho esses "rótulos" desnecessários e acho que tem muito mérito reduzires muito o consumo de produtos animais e preocupares-te com isso, até reduzires cada vez mais, mas assim não és propriamente "vegetariana" :P
    Eu por acaso já li algumas coisas sobre o arroz e antinutrientes - que estão mais presentes no arroz integral, cujos benefícios não são grande coisa e que acaba por ser nutricionalmente pior do que arroz branco :P
    Eu não diria que "a fruta não engorda, a comida processada é que engorda"... Afinal, tudo tem de ser controlado, e a fruta não deixa de ter bastante açúcar. Como e acho saudável, mas também não acho que seja o néctar dos Deuses ou que não exija moderação. Também não acho que comida "processada" engorde, apesar de tentar comer coisas simples e naturais, não só porque nada engorda por si só mas também porque "processado" é um conceito demasiado ambíguo.
    Também não acho que "chegar ao peso pretendido" seja uma consequência da melhoria da saúde. Há pessoas que são saudáveis e estão acima ou abaixo do peso pretendido, há pessoas que melhoram a saúde e não mudam o peso e há pessoas que têm o peso que querem e não são saudáveis. Não me parece assim tão fortemente relacionado :P
    É interessante acompanhar a tua evolução, estou curiosa por ler o blog quando fores vegan, a sério! :) acho que vais convencer muita gente a reduzir o consumo de produtos animais...
    Esses batidos e a frutinha fresca têm muito bom aspeto! :) e batidos verdes numa tigela com fruta por cima ficam tãão giros!
    Essa de pôr passas/tâmaras no arroz/couscous é popular :P em teoria não me parece mal, mas não sei...
    O bulgur tem sempre um ar muito festivo, de fotografia colorida meio desfocada que fica com bolinhas de cores diferentes :)
    Não sei porquê, gosto dessa foto da salada :) é tão giro comer com talheres de plástico!
    Eu tenho "medo" de comer lacticínios antes de "treinar" :P
    A batata doce parece abóbora! :)
    Essa coisa de pôr a fruta deve dar jeito, tenho uma fruteira e está sempre a abarrotar! Pode ficar mais bonitinho, mas as laranjas têm de ir para uma bacia e alguma fruta rejeitada tem de ser posta à parte :P
    Essas fotos mostram bem os resultados! :) estás muito bem, nota-se o progresso. Só faltava tirares o telemóvel da cara na última e fazeres um sorriso feliz e orgulhoso ;)
    Vou poupar-te a uma descrição extensiva da minha alimentação ;) haha :P

    ReplyDelete
  15. Pequeno almoço museli.
    lmoço sandes de pão integral (n há hora de almoço, é o modo holandês) mas as vezes hambúrguers vegetarianos, salada com grão ou feijão, eventualmente quiche mas tudo que dê para comer frio.
    Jantar salada com frango assado ou atum em água ou azeite, bagas goji, mozzarella e algumas variações.
    Snacks maçã, laranjas, cenouras cruas (descobri que gosto muito de comer cenouras como snack), à noite 2h depois de jantar ás vezes dá fome e bebo leite de amêndoa.
    Ginásio 3 a 5 vezes por semana...
    Ainda há muitos quilos a perder mas vai lá :D

    ReplyDelete
  16. Ai Diana quem me dera ter a tua força de vontade...
    Já te estou a seguir e espero que me inspires.
    Bjcas grandes

    http://tudosobretudon.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  17. Eu tenho um problema enoooooooooooooooooooorme em relação à alimentação! Tenho Síndroma do Cólon Irritável o que se torna super restritivo ! Leite não bebo há anos, derivados ...alguns mas não posso abusar! Verduras ...completamente para esquecer! Tudo o que seja verde é para fugir a sete pés! Citrinos ... com muuuuita calma também! Coisas integrais também tenho que ter cuidado porque têm muita fibra e a fibra não me é muito aconselhável! Portanto ... ótimo não é!??!?! :(
    Ando enjoada de carne, não sei mais o que cozinhar tendo em conta as restrições e além de tudo tenho uma criança de 8 anos que é uma "enjoada" :)
    Não baixo o peso porque não posso fazer dietas, sou preguiçosa em relação ao exercício físico, além de efectivamente ter pouco tempo, depois quando o tenho também arranjo desculpas .. e é assim, desabafo feito ;)
    Parabéns Diana, és um exemplo e uma motivação :)

    ReplyDelete
    Replies
    1. Olá Vania, é realmente dificil para alguem que tenha esse Sindrome, mas não é impossivel! Força de vontade é mais que meio caminho andado. Tenho a certeza que irás conseguir perder peso e fazer exercicio fisico! Se precisares de ajuda ou apenas falar podes contar comigo :)

      Delete
    2. Vou tentar de novo o T25, já tinha começado mas desisti :(! Mas desta tem que ser !
      Obrigada pela disponibilidade Diana, acredita que tens sido mesmo uma inspiração :)

      Delete

Sejam bem-vindos:)