Monday, January 26

Tempestade de neve em NY: I'm ready!


Há cerca de uma semana as noticias não param de avisar da tempestade de neve que se avizinha. Sinceramente, acho que os americanos são um pouco sensacionalistas e entram em pânico por tudo e por nada. Espera-nos sim uma tempestade de proporções maiores do que o normal, mas vamos relaxar pessoal, afinal é Inverno, e no Inverno é  suposto isto acontecer. 

Para falar a verdade, até prefiro este lado exagerado e precavido dos americanos, ao lado "deixa andar dos portugueses". Faz me lembrar, uns meses antes vir, sempre que chovia certas ruas de Lisboa ficavam inundadas. Acontecer uma vez ainda que é aceitável, mas passado algumas semanas voltar a acontecer e não fazer nada para evitar é ridículo! 

Ontem fui fazer as minhas compras de supermercado ao Trader Joes e dei com ele a abarrotar de gente, a fila estava até ao exterior da loja. Entrei, e as prateleiras estavam quase vazias, a maioria dos produtos já tinham desaparecido. É nesta altura que dou graças aos céus por beber leite de amêndoas, quinoa, iogurtes gregos, pão integral sem gluten, pois esses são os últimos a desaparecer. Americano durante as tempestades de neve quer é encher o buxo de cerveja, hambúrguer e batatas fritas. Foi nessa altura que me dei conta, que as pessoas não estavam apenas a fazer as compras regulares da semana, mas sim a comprar mantimentos para os próximos dias. Só nessa altura me caiu a ficha e me dei conta que a tempestade realmente vai acontecer e é melhor preparar-me. 

Situação do Trader Joes ontem à noite
Hoje acordei com mensagens dos meus amigos em Portugal, ao que parece as noticias lá também estão a bombar, e verdade seja dita acabam sempre por exagerar. Amigos, sobrevivi ao Sandy há dois anos atrás, durante o pico da tempestade estava relaxada a ver uma maratona de séries, enquanto acalmava a minha mãe por Skype. O pior, realmente veio no dia seguinte. Houve um corte eléctrico durante uma semana.  Como na altura vivia em New Jersey, e só é possível chegar a Manhattan através do metro ou pelas pontes, e como nada funcionava (aliás uma das linhas do metro só viria a abrir quase um ano depois) fiquei uma semana "presa" sem aquecimento, luz e com pouca comida, pois a maioria das lojas sofreu grandes danos. Não teria adiantado encher o frigorífico de comida, pois com o corte de luz a maioria acabaria por se estragar. Lembro-me de estar sentada no chão do Bj´s (hipermercado cá da terra) a carregar o telemóvel e computador, pois não tinha como dar noticias para casa. O que me salvou foi uma pizzaria nas redondezas, como tinha gerador aproveitou-se da situação e cobrava $30 por uma pizza!! Foi do dinheiro mais bem gasto. 
Momentos antes do Sandy atacar


Durante o furacão Sandy, a carregar o telemóvel e computador dentro do hipermercado.
Por isso digo que se sobrevivi ao Sandy, esta tempestade não vai ser nada. Peanuts! O que me preocupa bastante são os sem abrigo e os animais abandonados, que nestas alturas são os que mais sofrem, mas já foram criados abrigos extra em toda a cidade para os acolher.


O que é comum fazer nestas alturas:
 - Ouve-se centenas de vezes ao dia "Stay Safe" ou Stay warm", vindo de pessoas que nem conhecemos. 
 - Os telemoveis têm instalado de fabrico o  chamado de "weather alert", que avisa quando algo fora do normal se avizinha. Ontem estava na estação de metro e o alarme começou a tocar com uma mensagem nada apaziguadora. 
Estado de alerto no meu telemóvel 

 - Adoram dar nomes à "coisa", assim ainda torna tudo mais real. Desta vez o nome escolhido foi Juno. Passa-se a ouvir "be careful with Juno", "don't let Juno get you" e vivemos com o Juno dia e noite. 
 - As pessoas correm para os supermercados e abastecem-se com leite, ovos, pão e muito papel higiénico, vi pessoas com carrinhos cheios de papel higiénico, nestas alturas os nervos são tanto e não vá o diabo tece-las e dar uma valente de uma volta à barriga. 
- As filas nas bombas de gasolinas são intermináveis. Todos querem abastecer, pois nunca se sabe quando vão voltar a ter gasolina. 

- Depois é hora de se recolher em casa e ligar a TV e esperar que a tempestade comece. Praticamente as imagens que passam são a de vários jornalistas, cobertos de neve, apenas com os olhos de fora, que vão dando noticias de algo que se vê perfeitamente se espreitar-mos pela janela.


- No dia seguinte todos esperam ouvir "School closed" ou "Federal Offices closed". Não há trabalho para ninguém yeyyy. Excepto se se trabalhar como Au Pair, neste caso quer dizer trabalho a triplicar, pois pais e crianças vão estar o dia todo em casa. O DIA TODO!!

Eu já tenho os meus mantimentos, muito papel higiénico (nunca se sabe) e muitas séries para ver. I'm ready!! 

17 comments:

  1. Eles levam isso mesmo a sério :O
    Os hipermercados ficam realmente vazios :O

    ReplyDelete
  2. Oh mulher, tu tem cuidado aí no meio dessas tempestades! Eheheh
    Mas realmente, os sem-abrigo e os animais abandonados são os que mais sofrem... =(

    Beijinho

    http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  3. Mantém-se segura e quentinha! :D Boa sorte!!

    http://the3rdfrom96.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  4. Aqui no Canada a malta tambem exagera muito.
    Beijinho grande de Toronto, nos por aqui nao temos neve pelo menos ainda nao.
    http://claudiapersi.blogspot.ca/2015/01/what-not-to-say-to-pregnant-woman.html

    ReplyDelete
  5. Li cada palavrinha e mesmo sendo novata nestas coisas das tempestades de neve, acabo por perceber que eu sou mais americana do que portuguesa, porque panico sempre com tudo e mais alguma coisa! O meu lema é sempre: maaaais vale prevenir que.... heheh já apanhei o furacão Katrina em pleno oceano Atlântico num catamaran nas caraíbas, e sobrevivi para contar a história... Agora com neve a coisa promete ser mais calma, quentinha e recheada de muitos filmes!!! Preferia mil vezes se já tivéssemos juntas! Aí sim ia ser divertido!!
    http://beuniquehere.blogspot.pt

    ReplyDelete
  6. Cheguei a NYC logo a seguir ao Sandy, ainda apanhei tudo em "pantanas", mas antes de aterrar estava com medo que as coisas estivessem piores do que estavam na realidade... Do pouco que conheço dos americanos tenho de concordar contigo, acho que eles exageram! Achei as notícias aí super exageradas, com algumas a puxar ao "drama queen" mesmo ahah. Bem, "stay safe" e espero que corra tudo bem!
    (Estás a trabalhar como Au Pair?)

    ReplyDelete
    Replies
    1. Já não estou a trabalhar como au pair, terminei o programa em 2011, mas sei muito bem o que é ter que ficar em casa com os miudos e os pais!!! Pesadelo!

      Beijinho

      Delete
  7. É sempre bom ter cuidado, mas não desesperar! Boa sorte e stay safe. :)

    http://entreosmeusdias.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  8. Be careful with Juno! =)
    Agora a sério... stay safe.

    ReplyDelete
  9. Tem cuidado querida. A parte dos animais e dos sem abrigo preocupa imenso, faz-me muita impressão... Fogo só de pensar : (

    http://mundodamafy.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  10. Xiça! Olha, keep safe and warm que logo há-de passar. Bjs

    ReplyDelete
  11. Estou contigo, os sem abrigo e os animais é que sofrem... eu bem que gostava de passar uns dias me casa, a ver séries!!

    ReplyDelete
  12. Fico com vontade de ir viver para os EUA só de ler o teu blog :)

    ReplyDelete
  13. Excelente a tua foto no supermercado! eu passei ai o "Nemo" e não achei nada de mais. Go girl!

    ReplyDelete
  14. Bem, isso pareceu sério! Espero que já tenha tudo passado e que estejas bem :)
    Beijinho grande!

    ReplyDelete

Sejam bem-vindos:)