Thursday, June 12

Visita ao Museu do 9/11

O Memorial e Museu do 9/11 abriu em Maio deste ano e considero um dos pontos de visita obrigatório. Ontem finalmente consegui visita-lo e fiquei perplexa, muitas das vezes dei por mim com lágrimas nos olhos, pois o que se vê é bastante intenso e devastador. Para além de ser um memorial em nome dos atentados do 11 de Setembro de 2001, junta também o atentado no World Trade Center em 1993.

Este museu não é gratuito e o preço de um bilhete adulto é de $24, no entanto todas as terças-feiras a partir das 16h oferecem bilhetes (numero limitado) e claro que sabendo disto, ontem fui tentar a minha sorte e consegui um bilhete gratuito. Para quem está de visita a NY é importante que verifiquem os sites dos museus e atracções que queiram visitar pois existem sempre um dia por semana em que a entrada é gratuita. De qualquer das formas teria comprado na mesma o bilhete, pois queria muito ver este museu.

Dentro do museu é possível também encontrar uma loja de souvenirs. A criação desta loja não foi muito bem aceite por parte de alguns familiares das vitimas, pois acham que se estão a aproveitar da dor dos que perderam os seus entes queridos. Não cheguei a conhecer a loja, porque quando terminei a visita já estava fechada, mas acredito que o objectivo seja homenagear todos aqueles que morreram e fazer com que possamos levar um bocadinho deles connosco.

Passei exactamente quatro horas dentro do museu, e no final teve que ser um pouco corrido, pois já estavam a fechar. Reservem um tarde ou manhã para o ver, pois vão precisar. Como não tive que comprar o bilhete, adquiri o audio tour por $6. À medida que caminhamos ouvimos os testemunhos e relatos daqueles que sobreviveram (existe a opção em português).

Algo que me chocou bastante foi a possibilidade de ouvirmos mensagens de voice mail deixadas pelas vitimas. Existe uma espécie de telefone em que levantamos o auscultador e ouvimos a mensagem original. Remete-nos exactamente para essa altura e imaginamos o sofrimento que passaram.

Outras das galerias é uma espécie de biblioteca, onde encontramos fotografias das quase 3000 vitimas. Encontrei três portugueses que faleceram no atentado. É possível ler as suas biografias e ver fotografias de família.

Podem ver algumas fotos que tirei, não são muitas (a maioria das galerias não permite fotografar).

Placa informativa original que estava a entrada do WTC antes do atentado
Chamada a "Escada dos Sobreviventes", pois era por elas que desciam todos aqueles que conseguiam escapar das torres 

Parede de sustentação de uma das torres

Um dos pedaços de metal da torre norte


Alguns dos posters que foram afixados nas ruas com as pessoas desaparecidas no atentado 

Tentativa de criar a cor do eu na manha do dia 11 de Setembro de 2001


Uma das várias homenagens aos que perderam a vida 






Depoimento de uma equipa de salvamento 

Antena de televisão que estava no topo de uma das torres 
Carro de bombeiros completamente destruído depois da queda de uma das torres 

"A última coluna". É considerada o símbolo de todos aqueles que se esforçaram para retirar dos destroços pessoas com vida. Pode-se ler muitas mensagens de bombeiros, policias e voluntários.








Uma das vigas completamente vergada
Tijolo da casa de Osama Bin Laden 



13 comments:

  1. Eu tinha 7 anos e lembro-me perfeitamente desse dia e num só post fizeste-me olhar para esse dia como se fosse ontem. Um museu que sem duvida um dia quero visitar.

    ReplyDelete
  2. Fiquei com lágrimas nos olhos só de ver as fotos... Como aqui já tinha dito, é um acontecimento que me marca ainda,

    ReplyDelete
  3. Obrigada por partilhares. Lembro-me perfeitamente deste dia...

    ReplyDelete
  4. Acredito que visitar este museu deve dar a mesma sensação que um murro no estômago. Foi um acontecimento que me marcou muito, todos nós sabemos onde estávamos no 11 de setembro. Eu estava na casa da minha avó, e estavam a filmar as torres em direto quando vi o segundo avião a embater na torre...gelei...já não podia ser um acidente...era um atentado. Muitos acham que o 9/11 só mudou os americanos, mas não, mudou o mundo inteiro.

    http://thelusofrenchie.blogspot.p

    ReplyDelete
  5. Quero muito visitar o museu apesar de saber que provavelmente me fará sentir terrivelmente mal (sou assim, com essas coisas...). Estive em NY em 2012 e a parte do museu ainda estava em construção mas espero um dia regressar e ter a oportunidade de o visitar, por muito que custe

    ReplyDelete
  6. Olá Diana!
    Encontrei o teu blog à algum tempo e é sem dúvida um dos melhores blogs que já vi.
    Bastante informativo e sonhador.
    Fico feliz por haver pessoas que lutam pelo que querem e conseguem atingir os seus objectivos.
    Espero que continues assim e desejo-te tudo de bom.
    Gostava de me informar como é que se pode candidatar a uma universidade em NY. Será que me podes ajudar? :)
    Beijinhos

    ReplyDelete
  7. Ainda bem que está pronto, como te disse vou em Dezembro e é sem dúvida um ponto obrigatório a visitar!
    Obrigada por partilhares tanto sobre NY ;)

    ReplyDelete
  8. Obrigada por partilhares tanto sobre NY, fiquei a saber tudo que preciso porque pensei que ainda não estaria pronto quando fosse aí.
    como te disse vou em Dezembro e é sem dúvida um ponto obrigatório.

    Obrigada, beijinho

    ReplyDelete
  9. Estive aí em NY o ano passado e não fui de propósito...é demasiado sofrimento...

    ReplyDelete
  10. deve ser uma experiência de ficar com um nó enorme na garganta...

    ReplyDelete
  11. Desolador :( é triste ver essas estruturas enormes e tão cinzentas, a ruína do desastre, a imponência... Não dá para imaginar o que foi.

    ReplyDelete

Sejam bem-vindos:)